Segundo estudos filosóficos, POTENCIAL é estar em potência, que significa capacidade de realizar. A palavra “poder” vem associada a muita emoção e para muitas pessoas, tem sentido negativo. Napoleon Hill disse: “O que a mente pode conceber e acreditar, ela pode alcançar”. As pessoas devem se perguntar: Qual o meu potencial? Quais meus atributos de poder?

Observe que o poder que estamos nos referindo é o poder de realização, o poder de fazer. E você, tem exercitado seu poder? Caso tenha dificuldade aí vai a receita: Um dos maiores atributos do poder é o conhecimento e apesar da grande quantidade de informações muitos profissionais não se deram conta que quanto maior a área do conhecimento, maior a competência.

A sociedade global torna-se mais competitiva a cada dia e devemos estar bem atento no ambiente de trabalho, na escola, com os amigos, na família para não perdermos nossa posição. Posição de realizar e até de surpreender, atingindo sempre os resultados estabelecidos.

Se você tem livre arbítrio para ser bom naquilo que faz e transformar-se em uma pessoa percebível e essencial as pessoas e as organizações, só depende de você. Ou você faz o que acha que deve fazer ou delega alguém para fazer por você. É uma questão de escolha.

Uma das características que assegura o profissional desenvolver suas atividades em qualquer lugar é a pessoalidade, então se você não está presente, realizando, o mérito não é seu. O resultado que você pode perseguir é especifico e depende do seu potencial.

Então o ideal é fazer tudo bem feito, gerando em você e nas pessoas uma energia que será convertida em alegria. A tendência global das organizações é contratar profissionais com atitudes que projetem imagem positiva, com brilho nos resultados.

Ser competente, técnico e interpessoal, não deve ser um privilégio e sim uma obrigação.

Seja um modelador de oportunidades. Se você está diante de um computador não pense só em elaborar texto. Se você está diante de uma fita, não pense só no presente. Se você percebe que é noite, não pense só em dormir. Para fazer um bom café é preciso de água e açúcar, para fazer uma feijoada não se usa apenas o feijão. Perceba que a mesma água quente amolece o macarrão e endurece o ovo.

Então o ser humano pode ser transformador, ter propósito e perseguir a felicidade através do conhecimento, fazendo as coisas acontecerem, vivendo intensamente, evoluindo nos valores, ter competência profissional e capacidade de modelar as oportunidades.

(Artigo Publicado na Revista Excelência)